Thursday, March 13, 2008

Património museológico da Educação

Fratercula árctica (Papagaio-do-Mar), embalsamado (anterior a 1921). Faz parte de um conjunto de peças doadas por António Casimiro Arronches Junqueiro em 21 de Janeiro de 1921 à cidade de Setúbal para os alunos do Liceu Nacional de Setúbal. Colecção da Escola Secundária de Bocage, Setúbal.
Durante o mês de Março estão disponíveis nas montras do Ministério da Educação (ME), na Avenida 5 de Outubro, em Lisboa, diversos materiais didácticos, científicos e artísticos. Estes materiais são apresentados através de um percurso pelas 14 escolas secundárias que integram o projecto “Inventário e Digitalização do Património Museológico da Educação”, coordenado e dinamizado pela Secretaria-Geral do ME. Pretende-se com esta mostra ilustrar um pouco do que tem sido a história do ensino secundário em Portugal ao longo dos últimos dois séculos.
Instrumentos científicos de física e química, colecções de minerais, espécimes embalsamados, trabalhos de antigos alunos e obras artísticas, articulam-se com imagens actuais e fotos antigas de cada escola e com a projecção de imagens de peças com interesse museológico, testemunhando a evolução do espaço e das actividades escolares e o progresso das tecnologias educativas. Os objectos expostos marcaram o ensino das disciplinas, as práticas pedagógicas e a vida quotidiana de muitos alunos e professores e são parte do património e da memória de cada instituição escolar, contribuindo para a construção da respectiva identidade. Fonte: Ministério da Educação. Fotografias de Sailor Girl (clique para as aumentar).
This post is based on a press release by the Ministry for Education of Portugal regarding an interesting exhibit pending at the Ministry until the end of March 2008. Photos by Sailor Girl (click to enlarge them).

12 comments:

Kim said...

Sailor Girl, What a beautiful bird. You and Sitka, Alaska Daily Photo have made for wonderful bird watching today! I also love the photo of the porcelain. . .it looks ancient.
-Kim
Seattle Daily Photo

Sailor Girl said...

Hi Kim!!!
Thank you for the lovely comment!

Please note that these birds are stuffed ones... They belong to the museum collection of a School of Setúbal. They have been stuffed at least since 1921...

Sailor Girl said...

They are called «Sea-Parrots».

Joao Quaresma said...

Yesterday afternoon, I saw half a dozen wild swans here in Lisbon (Parque das Nações), resting during their migration North. It really was a shame I didn't have a camera with me. It's very, very rare to see wild swans here.

jc said...

Já tinha saudades de vêr um post aqui em Português!Foi por ser fonte do Ministério da Educação?Olha que se a Ministra vê isto,manda-te avaliar IMEDIATAMENTE!:)

George Townboy said...

Fantastic! I've never heard of sea-parrots, but your pictures are beautiful.

(Only the first one would enlarge when I clicked on it.)

Anonymous said...

Voce e portuguesa ou inglesa/americana? Acho que e uma falante nativa de ingles, como eu. No fim, nao me importa. I like your blog, if for no other reason, because I LOVE Lisbon and Portugal.

Swt said...

Sailor girl, escrevo em português, porque podes sempre manter a conversa com os teus visitantes estrangeiros.. Todo este material aqui apresentado é muito bonito. A jarra ou pote.. Não percebi bem, lindíssimo. Tinha ficado bem uns posters e enviados para as escolas para colocarmos lá e divulgar-se junto das várias comunidades educativas sobre as montras.
Acho que não vi nada anunciado na escola.

Kim said...

I was just going to ask what type of bird these are then read the previous comments! Love the pics!

d´Agolada said...

Bonitas fotos e moi bonito tamén o texto. Tes razón temos que conservar o material que empregaron os nosos antepasados ó igual que as súas disciplinas. Bonito blog. Sáudos dende Galiza.

Sailor Girl said...

Thank you all for your comments!
Obrigada a todos pelos comentários!!

Sailor Girl said...

SWT: penso que não terás visto nada anunciado na escola por se tratar de uma iniciativa positiva... Ou estarei errada?... É como a Comunicação social, que só quer «SANGUE» e tragédias para vender mais... Tristeza de país.

Esqueci-me de o referir, mas o post era-te dedicado. Beijinho!!!