Saturday, May 17, 2008

Cascais - Primeiro documentário histórico sobre faróis portugueses

(Photo by Sailor Girl)
This post concerns the first documentary ever produced about Portuguese Lighthouses, which may be viewed at Santa Marta's Lighthouse Museum at Cascais.
«Uma viagem pelos cinco séculos de história das "sentinelas dos que ao mar entregam a vida" é o que se propõe no primeiro documentário histórico sobre faróis portugueses, uma peça museográfica que começou esta semana a ser exibida em Cascais. Produzido para a autarquia por Joaquim Boiça e Carlos Boiça, o filme, de 42 minutos, passa agora a integrar o espólio do Farol-Museu de Santa Marta, na vila de Cascais, onde o público poderá "visitar" os principais faróis do continente e das ilhas e conhecer os testemunhos de quem vive ou viveu a experiência de trabalhar nestes espaços de memória.
"Este é um instrumento de leitura e compreensão, onde procuramos conciliar três discursos - a História portuguesa e da constituição dos faróis, o seu valor patrimonial, científico e artístico e a vida do faroleiro", explica o historiador Joaquim Boiça, responsável pelo projecto museológico de Santa Marta. "Sempre se teve presente que há vida e uma missão nos faróis e continua a haver um grande fascínio por estes locais, pela profissão, pelos velhos mecanismos", garante, ressalvando, porém, que há ainda alguma dificuldade em compreender estes espaços costeiros como palcos de experimentação tecnológica e de concentração inúmeros ofícios, da mecânica à carpintaria.
Para inverter esta tendência, o documentário percorre sucintamente os principais momentos da existência daquelas que apresenta como as "sentinelas diurnas e nocturnas dos que ao mar entregam a vida" -- desde a criação dos três primeiros faróis, com candeeiros alimentados a azeite, durante a expansão marítima, aos esforços de electrificação do século XX. Os espectadores são também convidados a descobrir, por exemplo, que os avanços técnicos foram por várias vezes adiados por crises políticas e económicas, que o primeiro plano de farolagem da costa surgiu em 1881 ou que Portugal foi um dos primeiros países a criar o cargo de arquitecto de faróis. Por fim, testemunhos repletos de memórias evocam a "paixão pelo mar" e as dificuldades dos faroleiros, em particular o isolamento e a constante mudança de posto.
Com a convicção de que o universo dos faróis continuará a despertar o imaginário colectivo e lamentando que exista pouco trabalho científico sobre o tema, Joaquim e Carlos Boiça ponderam ampliar a divulgação de "Faróis Portugueses -- Cinco Séculos de História", inclusive em festivais de cinema. Segundo o comandante Abrantes Horta, da Direcção de Faróis, existem hoje 53 grandes faróis no território nacional, mais de metade dos quais habitados. Desde há cinco anos, aquele organismo desenvolve o programa "Ciência Viva", que promove visitas a faróis durante os meses de Julho e Agosto, com uma média anual de quatro mil visitantes.» Fonte: Agência LUSA

8 comments:

George Townboy said...

What a gorgeous photo!! I love lighthouses ... they are always unique and historic. Thank you for this post!!

cocabixinhos said...

Vou emailar a informação.
Wonderful picture by the way!

babooshka said...

I've done a lightouse too today. Loks a it different to yours. Intersetng post.

CAP CRÉUS said...

I simply love lighthouses!:-)

Gata Verde said...

Adoraria passar um dia num...

beijinhos

Sailor Girl said...

George Townboy, it is I who thanks you for your kindness!

cocabixinhos: obrigada! Irei lá brrevemente. Ah, e acabei por não ir à ginástica, estava a chover…

babooshka: I will check it now! Thank you!

CAP CRÉUS: They are awsome and I wish I could live inside one for some time…

Gata Verde: também eu!!! Beijinhos e obrigada pela visita!

asbeirasdoarnego said...

Moi interesante o documental histórico, tesnos que poñer máis así. Un Saúdo
www.asbeirasdoarnego.blogspot.com

asbeirasdoarnego said...

Moi interesante o documental histórico, tesnos que poñer máis así. Un Saúdo
www.asbeirasdoarnego.blogspot.com