Thursday, July 5, 2007

Gustavo Lima arranca vitória na segunda regata!!

Arrancou mal na prova de ontem, mas mostrou garra ao vencer a segunda regata de Laser Standard, no dia em que iniciou a defesa do título dos Mundiais de vela da ISAF, em Cascais.
Com 29 anos de idade, actual número quatro do "ranking" mundial, Gustavo Lima sofreu problemas técnicos que o fizeram largar na última posição da frota na primeira regata do Grupo Vermelho (os 149 velejadores estão divididos em três grupos), recuperando até à 28ª posição.
A «correr em casa» (representa o Clube Naval de Cascais), Gustavo puxou dos "galões" na segunda regata, não dando qualquer hipótese à concorrência, o que lhe permitiu ascender ao 39º lugar da geral, num dia soalheiro e marcado pelo surgimento da típica nortada forte de Cascais, com vento entre 18 e os 22 nós (força 2 a 3). "Foi uma regata perfeita, depois de a primeira ter sido algo estranha, mas na vela acontecem estas coisas e temos de estar preparados para tudo", afirmou Gustavo Lima. Estava naturalmente satisfeito: "consegui dar a volta por cima. Encarei a segunda regata como se fosse a primeira do campeonato. Acreditei até ao fim, controlei os meus adversários e consegui ganhar". Em relação ao sucedido na primeira regata, Gustavo Lima não quis aprofundar os problemas que teve na embarcação: "o vento estava muito instável. Há 20 anos que faço vela naquelas águas e nunca tinha visto os ventos soprarem naquela direcção".
Por seu lado, Sara Carmo teve uma estreia mais difícil ao ser 17º na primeira regata de Laser Radial, antes de fazer uma largada adiantada (bandeira negra), na segunda, na qual foi a oitava a cortar a linha de chegada, sendo actualmente 73ª da geral, com 72 pontos, entre 113 velejadoras. A portuguesa, 20 anos, única presença feminina na equipa de Portugal, vai "retirar-se" da segunda regata e alegar que não viu a penalização por forma a evitar um DNE (resultado não descartável), e pedir a visualização das imagens da largada para uma "reparação". Luís Rocha, responsável pelo Projecto Olímpico da Federação Portuguesa de Vela (FPV), elogiou o comportamento da jovem velejadora do Clube Naval de Cascais e revelou um comentário de Sara após o 17º lugar da primeira regata: "Consigo fazer bem melhor...".
Em Star, Afonso Domingos e Bernardo Santos desceram um lugar, para a 11ª posição, no limiar da qualificação olímpica de Portugal, depois de fazerem um quinto e um 13º lugares, somando 33, mais um que a dupla Torben Grael/Marcelo Ferreira, os brasileiros que, em 2003, conquistaram o título Europeu da Classe, em Cascais. "A primeira largada foi fabulosa, mas depois faltou velocidade. A segunda não foi tão boa e condicionou o resto da regata. Rondámos em 20º na primeira bolina, depois ainda conseguimos recuperar até ao 13º", comentou o "leme" Afonso Domingos. Os portugueses precisam agora de pelo menos um bom resultado nas duas regatas de quinta-feira para garantirem o acesso à "frota de ouro", que determinará as primeiras posições finais e o acesso à Medal Race (regata das medalhas). A outra tripulação portuguesa de Star, formada por Henrique Anjos e Afonso Marques, já com o barco reparado, depois de ter sofrido terça-feira um rombo no lado estibordo da proa, registou hoje um nono e um 13º, subindo para o 31º posto da geral.
No topo da classificação, tudo parece indicar que o ouro e a prata irão para França ou Brasil, com as tripulações Xavier Rohart/Pascal Rambeau e Robert Scheidt/Bruno Prata separados por apenas três pontos e com um andamento claramente superior ao resto da frota. Scheidt, um antigo rival de Gustavo Lima na Classe Laser, venceu a segunda regata do dia em Star, enquanto o francês Xavier Rohart triunfou na primeira, na qual Afonso Domingos e Bernardo Santos eram os lideres no final da primeira bolina.
A jornada registou ainda mais duas regatas de Tornado e, curiosamente, a tripulação que lidera a Classe é a única onde o "leme" está na mão de uma senhora, a belga Carolijn Brouwer, uma velejadora que a portuguesa Joana Pratas conhece dos tempo em que ambas competiam em Europe. Hoje, quinta-feira, terceiro dia dos Mundiais, estas três Classes voltam a estar em acção, mas Portugal terá mais um representante em competição, o jovem Frederico Pinheiro de Melo, que recentemente se sagrou vice-campeão europeu de juniores de Laser Radial, na Hungria.

3 comments:

Sailor Girl said...

FONTE: fotografias retiradas do site do Clube Naval de Cascais e do site oficial do Campeonato. Texto adaptado de notícia da Lusa.

LUIS MIGUEL CORREIA said...

Que bela aventura para tantos jovens para quem certamente o MAR é indispensável...

pereira de oliveira said...

forcca pessoal!!!